6 dicas para aproveitar o carnaval de São Paulo na terceira idade

Pular carnaval é uma atividade divertida que pode ser feita por todos, inclusive por idosos. Por isso, é importante que a terceira idade paulistana saiba se cuidar durante a folia para aproveitar o máximo dessa festa anual.


Engana-se quem acha que pular carnaval é apenas para jovens e pessoas descomprometidas. A festa brasileira mais animada e esperada do ano é acessível a todos, até mesmo para os mais velhos que adoram um samba e uma marchinha.


Contudo, é de conhecimento de todos que a medida que o tempo passa, as ruas de São Paulo se tornam mais perigosas e com menos acessibilidade para idosos e pessoas com mobilidade reduzida. Desse modo, assaltos e blocos passando por calçadas desniveladas são comuns nessa época do ano.


Além disso, por ser uma festividade que acontece na estação do verão, é essencial que os cuidados com a pele e hidratação sejam redobrados. Principalmente se estivermos lidando com pessoas acima dos 60 anos, que possuem a pele mais sensível e se desidratam mais rapidamente.


Então, para você que vai cair na folia, preparamos 6 dicas úteis para garantir que o seu carnaval seja curtido com saúde e segurança. Além disso, falaremos sobre o novo termo de compromisso estipulado entre a Prefeitura de São Paulo e os grandes blocos que irão desfilar pelas ruas da cidade. Acompanhe a seguir:


6 dicas para aproveitar o carnaval de São Paulo na terceira idade


A grande preocupação de quem tem um familiar na melhor fase da vida que não abre mão de cair na folia é de que, ao longo do bloco ou do desfile de carnaval, ele se sinta cansado ou passe mal devido a sua pouca resistência muscular.


É verdade que quando temos mais de 65 anos, nossa resistência diminui e não temos o mesmo pique de jovens de 30 e 40 anos. Contudo, isso não significa que o carnaval de São Paulo não seja mais uma atividade possível para a terceira idade.


Seguindo algumas precauções, é possível que os seniores aproveitem bastante os blocos, seja com outros idosos ou com a família. Assim, para aumentar o ânimo da terceira idade e mantê-los em segurança aqui vão algumas dicas:


1) Faça alongamentos


O alongamento funciona como uma preparação para o corpo antes de realizar alguma atividade física. Além de aquecê-lo e deixar os músculos mais alongados e flexíveis, o alongamento também contribui para a coordenação motora do indivíduo.


Além disso, essa atividade física também é benéfica na prevenção de lesões, dores articulares e tensões musculares, quer sejam esses males causados pela folia do carnaval ou por qualquer outro motivo.


Sendo assim, o alongamento é o primeiro passo para pular o carnaval com saúde e bem-estar, pois evita que o corpo sofra com lesões ou com dores decorrentes da agitação das escolas de samba e dos blocos carnavalescos da cidade de São Paulo.


2) Beba bastante água


Não precisamos nem comentar a importância de manter o corpo hidratado no verão, não é mesmo? Então, imagine o quão essencial é beber água na terceira idade, fase da vida em que organismo se desidrata mais rapidamente!


Por isso, leve sempre consigo uma garrafinha de água e sempre que puder, invista na água de coco. Além de auxiliar bastante na hidratação do corpo, a água de coco é rica em potássio e carboidratos.


3) Use roupas frescas e calçados confortáveis


Escolher um bom calçado também é fundamental para passar o carnaval com mais segurança. Isso porque muitos idosos acabam se acidentando por não terem firmeza ao pisar, fato que piora durante o carnaval, pois nessa época é fácil encontrar pisos molhados e escorregadios.


Desse modo, opte por sapatos fechados e com solado de borracha, para evitar quedas. Além disso, se for sair em bloco de rua, prefira roupas frescas como bermudas, camisetas e vestidos leves. Se for pular carnaval em ambiente fechado que tenha ar condicionado e ventiladores, tire a fantasia antiga do armário e caia na folia.


4) Abuse do protetor solar


Outra parte essencial para aproveitar o carnaval de São Paulo na terceira idade, é lembrar de passar protetor solar, ainda mais os idosos que têm a pele mais clara. Isso porque, durante a terceira idade, a pele fica menos resistente aos raios solares, o que pode causar queimaduras entre outros males.


Assim, antes de sair para aquele bloquinho de rua durante o dia, passe o protetor solar e não se esqueça de levá-lo junto para reaplicá-lo de duas em duas horas.


5) Leve uma bolsa


Um dos grandes perigos das cidades grandes como São Paulo durante o carnaval é o alto número de furtos. Isso pode ser evitado se o mais velho estiver carregando uma bolsa do tipo transversal ou uma pochete, por exemplo.


A bolsa ou a pochete servirão para guardar seus documentos e pertences com mais segurança. E lembre-se: nunca coloque bens valiosos no bolso de trás da calça, pois há um risco maior de perdê-los durante a folia.


6) Não se esqueça de nenhum medicamento


Se você faz uso de alguma medicação diária, certifique-se de que nos dias de carnaval elas estejam certinhas. Assim, você evita contratempos durante os blocos de carnaval ou durante os desfiles das escolas de samba e garante uma folia tranquila e divertida.


A prefeitura de São Paulo e os blocos de rua


O carnaval de São Paulo já se transformou em uma das maiores folias do país. Este ano estão previstos mais de 500 blocos e 556 desfiles diferentes pelas ruas da conhecida cidade de pedra.


Por isso, a Prefeitura de São Paulo resolveu garantir que o carnaval 2019 seja feito com segurança e com mais respeito aos foliões jovens e idosos. Desse modo, um termo de compromisso de conduta foi estipulado entre o órgão municipal e 16 megablocos de rua.


No documento, há várias regras que devem ser respeitadas pelos organizadores das festas de rua que possuem mais de 100 mil foliões. Essas regras exigem elaboração de plano de segurança, preservação do meio ambiente, comprovação de que a empresa de segurança contratada pelo megabloco está registrada na Polícia Federal, comprovação de recursos para realização dos desfiles, apresentação da razão social, entre outras.


Leia matéria completa clicando aqui.


Agora que você já sabe que o carnaval de São Paulo é acessível a todos, conta para a gente nos comentários em qual bloco ou escola de samba que você vai desfilar!

28 visualizações